UTILIDADE PÚBLICA

Os gambás são predadores de escorpiões e aranhas

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Mestres do equilíbrio, os Gambás não oferecem risco algum aos seres humanos. Muitos confundem os gambás brasileiros com a espécie norte-americana ou as jaritacacas: aquelas pretas que têm uma faixa branca nas costas. Mas, ao contrário delas, os nossos gambás não erguem o rabo para esguichar o tão temido “fedorzinho”.

A constar, a maior defesa deles é se fingir de morto.

O primeiro fato encantador sobre os gambás, é que são marsupiais. Ou seja, as fêmeas carregam seus filhotes até que eles atinjam tamanho e maturidade adequados para serem independentes – assim como os coalas e cangurus.

Se você morre de amores por cangurus carregando seus filhotes, por exemplo, eis a oportunidade de morrer de amores em terras brasileiras mesmo!
Quem mora em casa pode enfrentar desafios com alguns desses espertinhos tentando filar restos de comida. Essa é a forma que alguns animais silvestres encontraram de sobreviver no ambiente urbano. Mas pense bem, se eles estão ali é porque há oferta de alimento fácil.

“Cabe a nós adequar nossas residências para evitar que alguns animais se alojem ou encontrem alimento fácil ali dentro. Com isso, delimitamos um espaço confortável em que podemos viver sem competir com outras espécies”, conclui Roberto Vieto, nosso gerente de vida silvestre.

Seja por confundi-los com ratazanas ou achar que oferecem risco, algumas pessoas acabam machucando ou até mesmo matando gambás cruelmente. Mas, além de inofensivos, eles são extremamente importantes na dispersão de sementes e controle de pequenos invertebrados – como baratas, aranhas e escorpiões por exemplo.

É, pode agradecer aos gambás por essa!

— Não mate os gambás. Preserve-os! —

A Reprodução é sazonal, ocorre entre o fim do inverno e o início da primavera, geralmente de setembro a maio.

Fonte: https://www.worldanimalprotection.org.br/not%C3%ADcia/por-que-defender-gambas-morcegos-e-lagartixas e

Vídeo do YouTube: Trecho da materia exibida no programa Domingão do Faustão

Copyright © 2020 Associação de Amigos Granja Viana II Glebas I e II. Todos os direitos reservados.

Search